O que MeStudent faz para garantir a segurança dos membros no site?

Essa é uma pergunta muito boa que nos foi enviada por um de nossos membros. O MeStudent faz duas coisas para garantir sua segurança: primeiro, usamos tecnologia de ponta para termos certeza de que nosso aplicativo é seguro e seus dados são protegidos, e seguimos padrões que são respeitados e usados por bancos e companhias de transferência de dinheiro.

Segundo, nos asseguramos de que os membros forneçam o maior número de detalhes possível para que o MeStudent possa cumprir seu objetivo. No MeStudent acreditamos que a internet se tornou um tipo de mundo virtual não muito diferente do mundo real em que vivemos.

Seguimos a lógica de que quando você encontra novas pessoas no mundo real você não é imediatamente o melhor amigo delas; primeiro você precisa criar confiança. É normal ter perguntas como: “Eu deveria dar o meu telefone? Eu deveria me encontrar com fulano de novo? É seguro emprestar dinheiro a essa pessoa, considerando que eu o conheço há poucos meses?” Ou ainda: “Meus pertences pessoais estarão seguros se eu os deixar na casa de um amigo enquanto eu vou passar minhas férias em algum lugar?” E por aí vai.

Responder a essas perguntas requer o exercício do seu bom julgamento, além de considerar os vários diferentes aspectos da sua relação. As coisas mais importantes são: Há quanto tempo eu conheço essa pessoa? Nós temos amigos em comum? Como eles são? Eu sei onde essa pessoa mora? Eu já estive na casa dela? Quão confiável ela é?

Essas são perguntas que devem ser feitas no mundo real. No mundo do MeStudent, as considerações são um pouco diferentes. Quando fazemos amigos no MeStudent, devemos nos perguntar: “Essa pessoa tem um perfil verificado? Quem são os amigos dela? Eles têm perfis verificados também? Que tipos de fotos e experiências eles estão compartilhando? Há quanto tempo eles são membros?”

Fazer essas perguntas pode te ajudar a tomar uma decisão sobre os membros e determinar o nível de confiança que você quiser dar para cada pessoa. O melhor conselho que poderíamos dar é usar o bom senso.